terça-feira, setembro 04, 2007

HOMENAGEM AOS AMIGOS DISTANTES.

HOMENAGEM AOS AMIGOS DISTANTES.


Lembro-me do tempo em que para comunicar-me com os amigos que viviam em outras cidades eu escrevia cartas, colocava-as no correio e, depois de certo tempo, conferia ansiosamente a caixa postal para ver se havia chegado a resposta. Ainda não existia a internet. Dizer isto faz com que eu me sinta um ser pré-histórico. Quando as cartas chegavam, eu as lia, respondia e ficava aguardando uma nova correspondência que me contaria as novidades, alegrias e tristezas daqueles que estavam distantes.

Os e-mails tornaram os contatos infinitamente mais simples e os programas de chat ajudam a matar a saudade trazendo para bem perto os que estão muito longe.

Tenho amigos em diversos estados do Brasil, na Argentina, na Venezuela, no Perú e na Ásia Central que são mais próximos, do que muitas pessoas que moram em meu Bairro. Esta proximidade é fruto de um relacionamento que se alegra por saber que o outro está bem e realizando o desejo de seu coração.

Sei que posso contar com eles, nas horas boas ou más, porque, sempre que precisei, me estenderam a mão e ofereceram-me o seu ombro, gastando o seu precioso tempo para me ouvir. Espero ser capaz de retribuir a estes irmãos e irmãs, pelo menos um pouco, do bem que eles me têm feito.

Mais uma vez, uma música de Milton Nascimento fala de como a verdadeira amizade vence a distância:

Amigo é coisa para se guardar
No lado esquerdo do peito,
Mesmo que o tempo e a distância digam não,
Mesmo esquecendo a canção.
O que importa é ouvir a voz que vem do coração.
Seja o que vier, venha o que vier
Qualquer dia amigo eu volto pra te encontrar
Qualquer dia amigo, a gente vai se encontrar.


Ter amigos, lá longe ou aqui perto, faz a vida valer a pena.

8 comentários:

Anônimo disse...

Perpetuar e cultivar boa amizade na grandeza das capitais é um trabalho herculeo. Tenho isso contra a pós-modernidade (se é que isso existe); esta ressaca da modernidade nos individualizou tanto, que passamos por tanta gente mas continuamos desertos, vagando em torno de nós mesmos, confundindo concreto e real; somos consumidores criados pelo positivismo e consumidos pelo capitalismo. Não somos mais consumidores, somos consumidos. Antropofagia da braba!
As amizades são um bem orgânico-humano (?), um patrimônio celestial, que devem ser cultivadas e preservadas às últimas conseqüências: temos de morrer juntos!
Espero com dores de parto, o dia em que alcançaremos a estatura de varões perfeitos, e então, teremos o frescor de infância dos herdeiros do céu, tipo Mário de Andrade escrevendo à Bandeira:

...'E quando a fadiga enfim nos livrar da aventura,
irmão pequeno, estaremos tão simples, tão primários,
Que os nossos pensamentos serão vastos,
Graves e naturais feito o rolar das águas'.

Cadu.

Nora Silvina disse...

Comparto plenamente lo que decis de los amigos lejanos.
Esos amigos no hay que perderlos!!! Son un tesoro precioso para cuidar y acrecentar.

Anônimo disse...

Realmente é muito bom saber que temos amigos que sempre lembra de nós. Pode ser em aniversários...o próprio dia do amigo ou em qualquer situação. Ter amigos distantes ou pertos(que as vezes ficam distantes, pelas as situações da vida)é sempre bom e agradável.
Ana Paula.

Pedro Grabois disse...

É meu irmão, é bom ter amigos em qualquer lugar, mas sempre há uma diferença no relacionamento e na troca com se está fisicamente perto ou longe da pessoa. A distância física pode ficar pequena diante da afinidade que um tem com o outro.
BLog a mil por hora hein! Legal cara! Parabéns! Adoro as tuas citações de Milton Nascimento!
Abs,
Pedro.

Ruben Marcelino disse...

Seu texto é um gesto muito importante numa relação de amizade: reconhecer o valor dos amigos, o quanto eles influenciam a nossa vida. Agradeço a você por ser amigo e se preocupar em que a minha vida caminhe bem.

Um grande abraço!

JOBA disse...

Cara,
Valeu!!!!
Um grande abracao e espero que possamos nos encontrar pela cidade maravilhosa quando eu voltar da Africa.
Fica na paz.
JB.

Anônimo disse...

"Marcos meu amigo...

Lindo seu texto, me lembrei de meu melô do amigo... rs
Quando eu era criança ouvi uma música da "Turma do Printy"
Que sempre me acompanhou e serviu como base para avaliar
Uma verdadeira amizade. Ela fala do amigo Jesus e do amigo
"gente", sua letra é assim:

"Amigo é aquele que está ao seu lado na hora da sua alegria
Falando palavras reais que quebram a fantasia.
Estejas no meio do ouro, ou sentado na lama e no pó
O amigo é contigo e jamais te deixa só...
E quando no vale da sombra da morte tiveres de passar,
Ainda que muitos te deixem ele não te deixará.
Fará da sua tristeza, um motivo pra se entristecer,
“E só terá alegrias ao te ver triunfar e crescer, pois contigo está...”

É legal mesmo estando distantes saber que... a amizade só cresce!
Abraços

Luciana Schimidt Heckert Bastos Peixoto

Anônimo disse...

"O amigo que eu encontrei me surpreendeu, quando todos me deixaram Ele me acolheu e mostrou suas mãos feridas por amor de muitas vidas e uma dessas muitas vidas era eu."
"Sergio Lopes".

Jesus é o amigo melhor!
Jesus é o amigo melhor!
Jesus é o nosso salvador
Jesus é o amigo melhor!

Tenho no Romão e em muitos outros aqui GRandes amigos e por eles um carinho/respeito gigante.

Marcos Pet.